Home / Exames e Laboratório / A “GRIPE A” em Joinville e o NOVO EXAME para a detecção do Vírus H1N1

A “GRIPE A” em Joinville e o NOVO EXAME para a detecção do Vírus H1N1

No dia 13 de abril, a Secretaria Municipal da Saúde de Joinville confirmou mais DOIS CASOS da Influeza A na cidade. Os exames das amostras coletadas deram resultados inconclusivos para o subtipo do vírus, ou seja, não foi possível detectar se realmente é H1N1 ou H2N3. Os pacientes foram uma mulher de 28 anos e um homem de 51 anos. Eles já receberam alta e passam bem.

Contando com estes casos, sobe para nove o número de casos de Influenza em Joinville. Ao todo já foram enviadas para análise ao laboratório 52 amostras coletadas na cidade. Destes, 12 já foram descartados e 31 continuam sob investigação. Ainda não foi registrada nenhuma morte pela doença em Joinville. Continuam internados dois homens (33 e 44 anos) e uma criança de quatro anos.

A única técnica de diagnóstico preconizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para confirmação laboratorial da Influenza A (H1N1) linhagem suína é a RTPCR (Transcrição Reversa seguida de Reação em Cadeia da Polimerase) em Tempo Real. É um teste sensível e específico, capaz de detectar a presença do vírus.

As amostras de secreções respiratórias (secreção de orofaringe e/ou secreção de nasofaringe) devem ser coletadas preferencialmente entre o primeiro e o sétimo dia, após o início dos sintomas. O Ghanem disponibiliza o exame para detecção do vírus, conforme preconizado pela OMS – Influenza A – PCR (mnemônico H1N1).

 

Recommended Posts
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Pressão Arterial: motivos para você começar a monitorar hoje mesmocomo esta sua tireoide?